UEL será centro de disseminação de TIC por meio de parceria com gigante chinesa
29/07/2020 - 16:26

O professor do Departamento de Computação, do Centro de Ciências Exatas (CCE), Bruno Zarpelão, será o representante da UEL na ICT Academy Huawei, que tem o objetivo de fomentar parcerias para projetos de pesquisa e promover a aproximação entre a academia e empresas que atuam na área de tecnologia. A Huawei foi fundada em 1987, na China, e é uma das gigantes do mercado de tecnologia da informação e comunicação (TIC) e de dispositivos inteligentes, contabilizando 194.000 funcionários, em 170 países e regiões, atendendo a mais de 3 bilhões de consumidores em todo o mundo, de acordo com informações divulgadas oficiais da empresa.

Segundo a professora Cristianne Cordeiro Nascimento, diretora de Planejamento e Integração Acadêmica, da Pró-reitoria de Planejamento (PROPLAN), a participação da UEL no Instituto mantido pela multinacional pretende criar um canal entre pesquisadores e profissionais da área de TIC, abrindo espaço para estudantes em programas de treinamento e a possibilidade de fomento para pesquisas.

Ainda segundo a diretora, essa participação poderá trazer benefícios também para o projeto do Hub de Inovação da UEL que está sendo idealizado por meio de parcerias e que deverá funcionar no prédio do Laboratório de Medicamentos (LM), localizado na Avenida Tiradentes, na zona oeste. O Hub será um local para reunir e estimular parcerias entre pesquisadores, startups e empreendedores, além de sediar o futuro Instituto de Inteligência Artificial do Agro.

De acordo com o professor Bruno Zarpelão, a aproximação é interessante porque a Huawei representa uma das maiores multinacionais chinesas, líder global de infraestrutura de tecnologia da informação e comunicação (TIC) e de dispositivos inteligentes. Segundo ele, a empresa fabrica desde equipamentos utilizados em rede até produtos direcionados ao consumidor final, envolvendo expertise em Internet das Coisas, Inteligência Artificial e soluções tecnológicas para cidades inteligentes.

"Poderemos ter acesso a materiais da empresa. Eles oferecem certificações para profissionais especializados em determinadas tecnologias. Isso tem valor mundial", afirmou o professor, acrescentando que o programa ICT está sendo desenvolvido em todo o mundo com o objetivo de capacitar recursos humanos na área de TIC. A proposta é que estudantes da UEL possam passar por programas de treinamento, conhecendo novas tecnologias e se aproximando das necessidades do mercado.

Últimas Notícias