História da Secretaria


A Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI) foi criada em 1987, com a missão de definir, coordenar e executar políticas e diretrizes nas áreas da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Atualmente, possui o quarto maior orçamento entre as secretarias estaduais. Seus principais programas são: Universidade Sem Fronteiras; Excelência no Ensino Superior Estadual, Paraná Inovador; e Redes de Pesquisa e Inovação.

RECURSOS

Na busca de um processo de contínuo desenvolvimento, a SETI  tem investido no aprimoramento das universidades estaduais por meio de programas e projetos estratégicos de governo e de interesse da sociedade, bem como no fomento das atividades da área de ciência, tecnologia e inovação.
Fazem parte da SETI os seguintes órgãos: Unidade Gestora do Fundo Paraná (UGF); Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Instituto de Tecnologia do Paraná (TECPAR); Instituto Tecnológico SIMEPAR; e 7 instituições estaduais de ensino superior (IEES) distribuídas por todas as regiões do Estado. Atualmente, cerca de 122 mil estudantes estão regularmente matriculados nas IEES. São 333 cursos de graduação, 209 cursos de especialização, 128 mestrados e 54 doutorados. Nesse sistema, atuam oito mil docentes (90% com Mestrado e Doutorado) e 8.600 agentes universitários.

TECPAR

Criado em 1940, o Instituto de Tecnologia do Paraná (TECPAR) é considerado um centro de excelência e referência nacional em pesquisa, desenvolvimento, produção e prestação de serviços nas áreas de bioenergia, imunobiológicos, antígenos e química fina, principalmente. A modernização de seu padrão tecnológico, bem como a diversificação de suas linhas de produção, os avanços na área da biologia molecular e do biodiesel; a ampliação e difusão dos serviços de tecnologias sociais e industriais básicas (metrologia, ensaios e certificação); e a expansão e consolidação de suas atividades de extensão tecnológica às pequenas e médias empresas paranaenses estão entre as principais conquistas do instituto nos últimos anos.

FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA

A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná é uma organização privada de interesse público. Seus projetos são desenvolvidos a partir de três grandes eixos: Fomento à Pesquisa Científica e Tecnológica; Verticalização do Ensino Superior e Formação de Pesquisadores; e Disseminação Científica e Tecnológica. Suas ações são operacionalizadas por meio de chamadas públicas de projetos e avaliação de mérito científico feita por pares. Esse trabalho se dá mediante estreita relação com as instituições de ensino superior federais, estaduais, municipais e privadas sem fins lucrativos e com institutos de pesquisa.

SIMEPAR

O Instituto Tecnológico SIMEPAR tem por finalidade prover a sociedade de informações de natureza meteorológica, hidrológica e ambiental, bem como conceder, desenvolver e executar projetos de pesquisa científica e tecnológica, formação e capacitação profissional.
As previsões são realizadas com base em telemetria e sensoriamento remoto automático de dados, modelos numéricos e análise crítica de meteorologistas 24 horas por dia, sem descanso. Esse trabalho contribui para salvar vidas humanas e minimizar os riscos em situações de emergência e calamidade. Informações confiáveis sobre o tempo e o clima ajudam setores da economia a aumentar a lucratividade e assim evitar prejuízos materiais e financeiros.
O SIMEPAR mantém cooperação e intercâmbio com corporações e instituições de pesquisa, ciência e tecnologia de todo o Brasil e exterior, coopera com entidades governamentais e comunitárias de ação social e de preservação ambiental e participa de projetos de educação ambiental e comunicação social de utilidade pública.


Recomendar esta página via e-mail: