Notícias

04/04/2011

Construção do primeiro bloco do novo campus da Fecilcam começa neste mês

A construção do primeiro bloco do novo campus da Universidade Estadual do Paraná (UEPR)/Campo Mourão começa neste mês e custará R$ 1,3 milhão, recursos já assegurados no orçamento estadual. As demais obras previstas no plano diretor da instituição serão avaliadas posteriormente, informou o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alipio Leal, que recebeu na manhã desta segunda (4) um comitê formado pelos deputados Rubens Bueno, Douglas Fabricio, o diretor do campus, Carlos Aleixo, o reitor da UEPR, Zeferino Perin e os professores João Marcos Borges Avelar, Amauri Jersi Ceolim e Ricardina Dias.
Criada há cerca de 40 anos, primeiro como uma fundação, e depois como uma faculdade (Fecilcam), a instituição conta atualmente com 2.300 alunos, 95% dos quais oriundos da escola pública da região de Campo Mourão. “Dentro de quatro ou cinco anos todos os nossos professores terão doutorado”, disse Aleixo.“A instituição vive agora um novo momento”, destacou o deputado Rubens Bueno, um dos principais personagens na estadualização da Fecilcam no início dos anos oitenta. “É importante que este projeto esteja integrado a um programa de desenvolvimento econômico e social para a região, como prega o governo Beto Richa”, defendeu. “Precisamos de professores qualificados e de bons cursos, para que que nossos estudantes permaneçam em suas cidades”, completou o deputado Douglas Fabricio, ex-aluno da Fecilcam.
Para o secretário Alipio, todas as instituições estaduais de ensino superior deverão trabalhar como uma grande rede, em colaboração, e não em competição. Ele explicou ao comitê que sua gestão conta agora com um Conselho de Reitores, que se reúne periodicamente para discutir abertamente propostas e demandas do ensino superior, “dentro das possibilidades financeiras do estado”. No Conselho, o secretário Alípio participa como mediador nas discussões sobre a área. “Não teremos política de balcão, todas as instituições serão tratadas de forma isonômica”, disse. Ele acrescentou ainda que “2011 será um ano difícil financeiramente, mas que o momento deve servir para uma grande reflexão sobre o ensino público do Paraná”.
No período da tarde, a deputada estadual Marla Tureck também se encontrou com o secretário. Durante a reunião, ela reforçou o pedido de construção do primeiro bloco do novo campus que contará com sete salas de aula, espaço para apresentações culturais, áreas esportivas, restaurante universitário, entre outros. Segundo a deputada, o encontro também foi uma oportunidade para apresentar futuros projetos e colocar-se à disposição para trabalhos em parceria.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.