Notícias

17/03/2017

Governo investe R$1,5 milhões na segunda etapa do Programa Paraná fala Inglês

Na próxima terça-feira (21) será lançada a segunda etapa do programa “Paraná Fala Inglês”. Na nova fase serão aplicados cerca de R$1,5 milhões para cursos que contribuam para a promoção de ações reais de internacionalização inseridas no contexto universitário.

O programa faz parte da primeira etapa de um programa maior, pertencente ao plano estratégico da SETI chamado “Paraná fala Línguas Estrangeiras" que tem como objetivo contribuir com a promoção da internacionalização das universidades estaduais do Paraná.
 
Por meio de cursos serão capacitados professores, estudantes e agentes universitários para que possam participar de programas de mobilidade internacional.

“Vamos investir no aprimoramento das capacidades de comunicação científica e acadêmica em língua estrangeira, pois queremos colocar os cursos de graduação e pós-graduação das universidades estaduais em patamar compatível com os das melhores universidades nacionais e estrangeiras”, afirma a coordenadora do programa na Universidade Estadual do Norte do Paraná, Eliane Segati.

Na segunda fase do Paraná fala Inglês os cursos auxiliarão na formação de docentes de diversas áreas do conhecimento para ministrarem suas disciplinas em língua inglesa, como também para fomentar parcerias com países falantes de língua inglesa, a fim de promover ações conjuntas em prol da qualificação, fortalecimento e expansão do PFI.

O programa, que agora conta com o acompanhamento de um Comitê Gestor, pretende capacitar 400 participantes em cada universidade, o que resulta em um total de 2.800 pessoas, entre docentes, discentes e agentes universitários que contribuirão para o desenvolvimento do processo de internacionalização do Estado.

Eliane Segati destaca que serão ofertados cursos que viabilizem a utilização da língua inglesa em contexto reais, a exemplo do inglês acadêmico e inglês como meio de instrução. “Esses e outros cursos previstos contribuirão para potencializar as publicações em revistas de alto impacto internacionais, além de preparar a comunidade acadêmica para o cenário da pesquisa, do ensino e da extensão, a partir de um cenário de diversidade linguística e cultural”, reforçou.

Nesta etapa o PFI lança sua primeira parceria com o Governo Canadense, representado pela Languages Canada, uma associação do setor de educação linguística do Canadá, e a Smart English, instituição com exclusivo e inovador sistema de aprendizagem de língua inglesa desenvolvido pelo Departamento Pedagógico da Canadian College of English Language.

Na primeira fase do programa que iniciou no segundo semestre de 2014 e teve duração de 22 meses, o investimento foi aproximadamente R$2,3 milhões nas sete universidades estaduais do Paraná: UEL, UEM, UENP, UNIOESTE, UNICENTRO, UEPG e UNESPAR.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.