Notícias

11/10/2017

HU’s da UEM e Unioeste realizam eventos de prevenção a obesidade

O Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM) comemorou, nesta quarta-feira (12), em Maringá, o Dia Nacional de Prevenção à Obesidade. Especialistas em endocrinologia ofereceram orientações gerais com distribuição de cartazes e exibição de vídeos educacionais sobre a obesidade. Também foi aferido a pressão arterial, estatura, medida da circunferência abdominal e o peso das pessoas que passaram pelo local.

O evento foi organizado em parceria com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (ABESO) e a Liga Acadêmica de Endocrinologia de Maringá (LEMA), com o apoio da Assessoria de Ensino, Pesquisa e Extensão do HUM.

De acordo com o docente de endocrinologia da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Wilson Eik Filho, mais da metade da população em geral, sofre com o sobrepeso e mais de 18% desse número já são considerados obesos. Esse número alarmante tem impacto em relação ao risco de doenças relacionadas com a obesidade como diabetes, hipertensão arterial, doenças nas articulações, e alguns tipos de tumores como o câncer de mama.

Durante o evento, Wilson atendeu diversos servidores e pacientes, mostrando que a endocrinologia e a nutrição têm tentado resgatar comportamentos mais saudáveis para a manutenção do peso corporal. “Não é fácil, mas é possível manter-se ou reduzir o peso, especialmente, quando buscamos ações que tenham o envolvimento de uma equipe multidisciplinar, que reúna nutricionistas, endocrinologistas, educadores físicos, entre outros profissionais.”

Profissionais e alunos do curso de nutrição orientaram a comunidade hospitalar sobre como se faz uma alimentação saudável. Além disso, demonstraram o quanto de açúcar e sódio pode estar escondido nos produtos industrializados que consumimos no dia a dia. Quem toma um litro de refrigerante por dia, por exemplo, consome, cerca de seis quilos de açúcar por mês.

Segundo a nutricionista do HUM, Natália Cristina Scaliante a mensagem central é importante que haja conscientização para evitar alimentos industrializados e processados. “Se conseguirmos que uma pessoa deixe de consumir pelo menos um dos alimentos nocivos à saúde que estamos mostrando, já é uma grande vitória”. A equipe coordenada por ela ainda distribuiu receitas de “comida de verdade” que podem substituir produtos industrializados.
Unioeste realiza “Mais Saúde” neste sábado

A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), por meio do Serviço de Obesidade e Cirurgia Bariátrica do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP), realiza neste sábado (14) o “Mais Saúde: todos juntos contra a obesidade”. O evento acontece às 13h, no Centro Esportivo Ciro Nardi em Cascavel. Durante a ação, profissionais da área da saúde estarão disponíveis para atender a população. Serão oferecidas orientações, exames, atividades físicas para crianças e adultos e informações sobre o Serviço de Obesidade e Cirurgia Bariátrica do HUOP. As atividades serão abertas ao público de todas as idades e totalmente gratuitas.

O Grupo de Atenção a Obesidade (GAO) foi formado pelo Serviço de Obesidade e Cirurgia Bariátrica do HUOP, 10ª Regional de Saúde e demais parceiros buscando desenvolver atividades em Cascavel e região. O evento tem parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) por meio da 10ª Regional e com a Secretaria Municipal de Saúde e de Esporte e Lazer, além de diversos outros apoiadores que neste ano se uniram em prol da causa.

Segundo o coordenador do Serviço de Obesidade e Cirurgia Bariátrica, Doutor Allan Cezar Faria Araújo, a obesidade é uma doença crônica e grave. “A obesidade pode atingir todas as idade, raças e classes sociais. Além disso, é importante falar que a pessoa não é obesa porque ela quer, existem vários fatores, inclusive genéticos, que contribuem para o desenvolvimento desta doença”, explica.

Allan também explica que a pessoa obesa passa por inúmeras dificuldades que não envolvem somente sua saúde física, mas também sua saúde mental. “O nosso ambiente não é preparado para atender pessoas com este problema, por isso queremos com este evento levar informação, chamar atenção da sociedade sobre as causas, tratamentos e mudanças de hábitos para uma vida mais saudável, que podem ser aderidos por todos”.

Além do “Mais Saúde”, o GAO realiza no próximo dia 26, no Anfiteatro Arnaldo Busatto do Campus de Cascavel da Unioeste, uma palestra para profissionais da 10ª e 20ª Regionais de Saúde como capacitação para atendimentos na atenção básica até a alta complexidade.

.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.