Notícias

07/11/2018

Simepar sedia primeiro workshop sobre impacto de ventos intensos em linhas de transmissão de energia

O 1º Workshop da Força-Tarefa de Ação de Ventos de Alta Intensidade em Linhas de Transmissão acontece nos dias 8 e 9 de novembro, no auditório do Sistema Meteorológico do Paraná – Simepar, no Centro Politécnico, em Curitiba. O evento é organizado pelo Comitê Nacional Brasileiro de Produção e Transmissão de Energia Elétrica - Cigré Brasil, sociedade civil sediada no Rio de Janeiro, que promove o intercâmbio e o desenvolvimento técnico, tecnológico e da engenharia no setor elétrico.

O diretor presidente do Simepar, Eduardo Alvim Leite, fará a abertura às 13h45 do dia 8 juntamente com o diretor presidente do CIGRÉ Brasil, Josias Matos de Araújo. “A melhor compreensão dos fenômenos meteorológicos extremos, do comportamento dos ventos associados e do risco de queda das linhas de transmissão refletirá em projetos mais eficientes, com menores custos de manutenção e operação”, afirma Alvim Leite. Ele enfatiza a necessidade premente do setor elétrico aproveitar toda a infraestrutura de monitoramento meteorológico implantada no país nos últimos 30 anos para extrair de forma mais completa e intensiva as informações relevantes das séries de dados coletados de ventos e rajadas, bem como de seus impactos sobre as linhas de transmissão.
A primeira palestra do workshop será proferida às 14 horas pelo engenheiro eletricista, mestre em engenharia e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Ruy Carlos Ramos de Menezes. O tema será “Contextualização sobre a consideração da ação de ventos de alta intensidade em projetos de LTs”.

Às 14h40 o diretor executivo do Simepar, meteorologista César Beneti, fará uma exposição sobre os sistemas de monitoramento meteorológico disponíveis no Brasil. Ele pretende abordar o potencial de uso dos novos satélites meteorológicos e das redes de radares no monitoramento e na previsão de tempestades – em especial aquelas que causam ventos intensos. Segundo Beneti, o evento reunirá um grupo heterogêneo de profissionais, desde os que atuam em monitoramento e acompanhamento das tempestades que causam distúrbios no setor elétrico até os engenheiros que projetam novas linhas de transmissão e executam as atividades de manutenção e restabelecimento do sistema integrado. “Essa força tarefa proporá novas normas técnicas de construção e manutenção de linhas de transmissão no Brasil”, explica o pesquisador.

“Preocupações no atual cenário e propostas para ações institucionais sobre ocorrências de eventos extremos” será o tema do engenheiro eletricista e civil Afonso de Oliveira Silva, representante da empresa Fluxo Engenharia às 15h20. Às 16 horas o professor de meteorologia da Universidade Federal de Santa Maria /RS, Ernani de Lima Nascimento, discorre sobre “Levantamentos de ventos de intensidade destrutiva no Brasil”. Segue-se debate sobre os temas apresentados.

CLIMATOLOGIA - A programação do dia 9 inicia-se às 8h30 com palestra da professora da Universidad de La República Uruguay, Valeria Durañona, sobre “A importância de ventos não sinóticos na climatologia de eventos extremos no Uruguai”. Às 9h20 o pesquisador do Laboratório de Aerodinâmica da UFRGS, Matthew Bruce Vallis, discorre sobre “Esforços em curso para revisão de dados de vento para a NBR 6123: Forças devidas ao vento em edificações”. Às 10h30 o professor da UFRGS e membro da Academia Nacional de Engenharia, Jorge Daniel Riera, apresenta “Notícias sobre esforços para contemplar carregamentos oriundos de ventos não sinóticos em normas de projeto”.

Das 11h20 às 12h40 acontece o grande debate final, com a participação de representantes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

O presidente do Lactec, Luiz Fernando Vianna, considera o evento altamente estratégico para o desenvolvimento do setor elétrico nos próximos anos, particularmente na área de transmissão. “Recentemente, em projeto de Pesquisa & Desenvolvimento executado em parceria com a Copel, trabalhamos na construção de uma linha de transmissão experimental que permite simular e obter as respostas vibracionais de cabos quando expostos à força do vento em diferentes níveis de tração”, relata. Segundo ele, o domínio do conhecimento sobre esse tema permitirá ao setor elétrico trabalhar com mais segurança e confiabilidade, aumentando a capacidade de transmissão em linhas aéreas.

O workshop é patrocinado pelo Simepar, Lactec, Fasttel Engenharia, Brametal, PLP Brasil, SAE Towers, Paranaíba Transmissora de Energia e Guaraciaba Transmissora de Energia, com apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Engelíneas Consultoria e Projetos.

SERVIÇO
1º Workshop sobre Ventos de Alta Intensidade em Linhas de Transmissão
Dias: 8 e 9 de novembro de 2018
Local: Simepar – Rua Coronel Francisco H. dos Santos – Centro Politécnico UFPR – Curitiba/PR
Informações e inscrições: ventosdealtaintensidade.cigre.com.br

Programação
Data Dia 8/11
13h - 13h45 Recepção - entrega de crachá e material
13h45 - 14h Abertura - Eduardo Alvim Leite (diretor presidente do Simepar) e representante do Cigré
14h - 14h40 Contextualização sobre a consideração da ação de eventos de alta intensidade em projetos de LTs - Ruy Carlos Ramos de Menezes (UFRGS)
14hh40 - 15h20 Contextualização sobre o enfoque de meteorologia e de recursos disponíveis para coleta de dados - Cesar Beneti (diretor executivo do Simepar)
15h20 - 16h Preocupações no atual cenário -notícias sobre registros de ocorrência, medidas tomadas na ocorrência de eventos extremos e propostas para ações institucionais - Afonso de Oliveira Silva (Fluxo Engenharia)
16h - 16h20 Coffee break
16h20 - 17h Notícias sobre levantamentos de ventos de intensidade destrutiva no Brasil - Ernani de Lima Nascimento (UFSM)
17h10 - 18h Debate
Data 9/11
8h30 - 9h20 A importância de ventos não sinóticos na climatologia de eventos extremos no Uruguai - Valeria Durañona (Universidad de la Republica Uruguay)
9h20 - 10h10 Esforços em curso para revisão de dados de vento para a NBR 6123: Forças devidas ao vento em edificações - Matthew Bruce Vallis (Laboratório Aerodinâmica da UFRGS)
10h10 - 10h30 Coffee Break
10h30 - 11h20 Notícias sobre esforços para contemplar carregamentos oriundos de ventos não sinóticos em normas de projeto - Jorge Daniel Riera (Academia Nacional de Engenharia e UFRGS)
11h20 - 12h40 Grande debate final com participação da ANEEL, ONS e EPE

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.