CEE, Seti e Apiesp realizam seminário sobre integração da extensão nos currículos de graduação
07/11/2019 - 15:07

A Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) em conjunto com a Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (APIESP) e a Câmara de Educação Superior do Conselho Estadual de Educação do Paraná realizaram nesta quinta-feira (7), no auditório da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), o I Seminário sobre a Curricularização da Extensão nos Currículos de Graduação.

O evento debateu a Resolução nº 7 do Conselho Nacional de Educação que estabelece a integralização de, no mínimo, dez por cento da carga horária de cursos de graduação (presencial e a distância) em atividades de extensão. A resolução deve ser implantada em todo o ensino superior do Brasil até o ano de 2021. A autorização e reconhecimento de novos cursos de graduação estão condicionados a implantação da resolução.

“Esse espaço de discussão é essencial para definirmos o planejamento das ações de extensão. As universidades prestam serviços que auxiliam no desenvolvimento regional de diferentes cidades, portanto, é uma atividade de suma importância para o Estado do Paraná”, destacou o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Aldo Bona.

SERVIÇOS PARA A COMUNIDADE - As atividades de extensão são ações que as universidades desenvolvem na comunidade, em áreas como saúde, qualificação profissional, educação, diversidade, inovação, projetos culturais e sociais.

As Universidades Estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG), Centro-Oeste (Unicentro), do Oeste do Paraná (Unioeste), do Norte do Paraná (UENP) e a Estadual do Paraná (Unespar) atendem um público de 3 milhões de pessoas em diversos projetos de extensão.

“Nosso objetivo é desenvolver um mecanismo que facilite o cumprimento da resolução nas universidades estaduais. O Paraná mantém, historicamente, investimento na área de extensão e precisamos fazer com que as atividades estejam presentes no currículo escolar dos cursos de graduação”, destacou o presidente da Câmara de Educação Superior do Conselho Estadual de Educação do Paraná, João Carlos Gomes.

PALESTRA - A professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Ana Inês de Sousa compartilhou a experiência de inserção da extensão no currículo de graduação no âmbito federal. “A iniciativa tem o papel fundamental na integração das universidades para que elas possam implementar a resolução de maneira conjunta, beneficiando as atividades de extensão em todo o Paraná”.

Após a apresentação, os pró-reitores de extensão e de graduação das sete universidades estaduais realizaram uma mesa redonda para trocar experiências e debater o tema e seu processo de implantação.

UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS – O Programa Universidade Sem Fronteiras (USF), financiado pela Seti, desenvolve projetos de extensão nas universidades em áreas consideradas estratégicas, ou seja, aquelas que privilegiam os municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM). O programa está presente em 332 municípios do estado.

GALERIA DE IMAGENS