Estado e prefeitura de Curitiba estudam parceria para restaurar prédio histórico da Unespar
21/10/2021 - 17:30

Ouça o áudio desta notícia 

O Governo do Estado e a prefeitura de Curitiba estudam uma parceria para restaurar o prédio da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), na região central da Capital. Construída em 1930, a edificação, situada no número 179 da Rua Emiliano Perneta, abrigou a primeira sede da Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap), denominada atualmente como Campus Curitiba 1 da Unespar.

O imóvel é uma Unidade de Interesse de Preservação (UIP), tem 1.246 metros quadrados de área construída em um terreno de 1.199,29 metros quadrados. A restauração deverá ser feita com o uso de mecanismos de potencial construtivo.

O objetivo é transformar o local em espaço de difusão de arte e cultura, restabelecendo as atividades do campus universitário, como os cursos de graduação em Música, Artes Visuais e Museologia, os cursos de pós-graduação, além de ações de pesquisa e extensão relacionadas a essas áreas do conhecimento.

O superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, Aldo Nelson Bona, enfatiza a importância dos prédios históricos na preservação da memória cultural dos cidadãos. “Depois de revitalizado, o local continuará promovendo informação e educação para a comunidade, conectando aspectos da cultura e da ciência”, destacou.

Ele explica que a iniciativa representa um compromisso do governador Carlos Massa Ratinho Júnior com a preservação de símbolos e monumentos do Estado do Paraná. “O governador já autorizou várias obras de revitalização e restauração de edificações em respeito à difusão do patrimônio cultural, que valorizam importantes períodos da história paranaense”, afirmou.

Para o prefeito Rafael Greca, uma vez restaurado, o prédio histórico poderá ser um dos símbolos dos 200 anos da Independência do Brasil no Paraná, que será celebrado em 2022. “Vemos esse prédio como efetivo patrimônio cultural do Paraná e temos muito interesse na volta desse espaço”, afirmou.

ARTISTAS – Fundada em 17 de abril de 1948, a Embap foi a primeira escola de artes paranaense de nível superior em Curitiba. Pela instituição, passaram artistas, educadores e agentes culturais, sendo considerada fundamental na formação de importantes profissionais do campo das artes plásticas e da música.

Entre os estudantes e professores de destaque estão o maestro Bento Mossurunga, que compôs o Hino do Paraná; os pintores Theodoro de Bona e Guido Viaro; o escultor Erbo Stenzel; o compositor Zbigniew Henrique Morozowicz (Henrique de Curitiba); os pintores Fernando Calderari e João Osório.

UNIVERSIDADE – A Unespar contribui para o fomento e a circulação das artes, compreendendo esse segmento como um eixo de economia criativa, com influência significativa na promoção do turismo cultural. Segundo a reitora da Unespar, Salete Paulina Machado Sirino, há uma riqueza material nos espaços históricos que deve ser preservada de forma adequada, assegurando inclusive a proteção das expressões arquitetônicas.

“Esse prédio é um patrimônio histórico e cultural da cidade, do Estado e da universidade. O novo espaço será importante para a difusão das artes e acervo das produções artísticas paranaenses”, acrescentou.

APOIO – A legislação municipal permite a comercialização do potencial no mercado da construção civil, sem interferência da Prefeitura, com possibilidade de aplicação de valores de venda na execução de projetos e obras de restauro. O potencial construtivo é de 6.043,16 metros quadrados, calculado pela multiplicação da área total, pelo coeficiente de ocupação do endereço (que é quatro, conforme a Lei de Zoneamento e Uso do Solo), somado à área edificada.

GALERIA DE IMAGENS