Seti discute inserção de profissional de Comunicação em programas de Residência Técnica
11/08/2021 - 13:02

A Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti) recebeu a visita dos professores Camilo Cato e João Augusto Moliani, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Na pauta do encontro estava a inclusão de profissionais graduados em Comunicação Organizacional nos editais do programa de Residência Técnica (Restec) do Governo do Estado.

A coordenadora de Ensino Superior da Seti, Gisele Onuki, destacou o caráter inovador do programa, que auxilia no aperfeiçoamento prático e teórico de profissionais recém-formados em diversas áreas e também de servidores efetivos. “Essa iniciativa governamental tem impacto direto na qualificação do Setor Público, refletindo em melhoria nos serviços ofertados à população”, afirmou.

O programa Restec consiste na oferta de cursos de especialização em diferentes áreas do conhecimento, ofertados pelas instituições paranaenses de ensino superior e totalmente custeados pelo Governo. Além de receber bolsa-auxílio no valor de R$ 1,9 mil e auxílio transporte, pelo período de até 24 meses, os residentes-técnicos selecionados desenvolvem atividades em instituições vinculadas ao Executivo Estadual.

Segundo o professor João Augusto, coordenador do Curso de Comunicação Organizacional da UTFPR, os profissionais formados na área têm um perfil multidisciplinar e estratégico. “A ideia é preparar um profissional que compreenda os processos de comunicação nos contextos das organizações, nas diferentes áreas do mercado de trabalho. Por isso, estimulamos os alunos a se aprimorarem para além do que trabalhamos em sala de aula na academia”, salientou.

Ele explica que a grade curricular dessa graduação, especificamente, abrange um conjunto de teorias e práticas relacionadas às várias vertentes da área, tais como: Jornalismo; Publicidade e Propaganda; Relações Públicas; Audiovisual; Marketing; e Cerimonial e Protocolo de Eventos.

Responsável pela implantação do curso na UTFPR, o professor Camilo Catto explica que essa graduação foi idealizada em conformidade com a realidade atual do mercado profissional e acadêmico. “Os comunicólogos organizacionais são profissionais com grande potencial para auxiliar nas atividades relacionadas às assessorias de Comunicação e de Imprensa dos órgãos governamentais”, sinalizou.

A coordenadora de Comunicação da Seti, Irvana Chemin Branco, também participou da reunião.

CURSO – Lançado em 2014, o Bacharelado em Comunicação Organizacional da UTFPR é o primeiro curso de graduação regular com essa denominação na região Sul do Brasil. O objetivo é formar profissionais capazes de atuar na gestão de atividades de comunicação e marketing de organizações institucionais e empresariais, no âmbito do Setor Público, da Iniciativa Privada e do Terceiro Setor.

Além das aulas ligadas à área da Comunicação, os estudantes também têm disciplinas de gestão e planejamento, ministradas por professores de Administração. No Brasil, além da UTFPR, o Curso de Comunicação Organizacional também é ofertado pela Universidade de Brasília (UnB).

RESTEC – Instituído pela Lei nº 20.086, de 18 de dezembro de 2019, o programa de Residência Técnica (Restec) tem, atualmente, 764 residentes ativos de 25 áreas do conhecimento, nos seguintes cursos de pós-graduação: Gestão Pública; Engenharia e Gestão Ambiental; Engenharia e Obras Públicas; e Economia Rural. Esses residentes estão lotados em 20 órgãos do Governo do Estado, em 29 municípios paranaenses.

Recentemente, a Seti articulou mais duas especializações relacionadas ao ecossistema de inovação paranaense: Inovação, Transformação Digital e E-GOV e Gestão de Ambientes Promotores de Inovação (Gapi). A expectativa é lançar uma especialização ainda neste mês de agosto, com início das atividades entre outubro e novembro de 2021. A outra deve ser lançada até o final do ano.

Últimas Notícias