Acordo com universidade italiana garante intercâmbio de estudantes e professores da UEL
24/09/2021 - 10:58

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) firmou um acordo de cooperação internacional com a Università Degli Studi Internazionali di Roma (UNINT), da Itália, para promoção de atividades acadêmicas entre as duas instituições. O acordo de cooperação educacional, científica e cultural tem validade de cinco anos, até agosto de 2026, e contempla as áreas de Economia, Direito, Relações Internacionais, Administração de Empresas, Letras, Ciências Políticas, entre outras.

As atividades que podem ser implementadas nessas áreas compreendem mobilidade de estudantes e pesquisadores para fins de ensino, extensão, pesquisa e estágio; mobilidade de pessoal administrativo para treinamento; pesquisa e publicação conjunta de trabalhos acadêmicos; desenvolvimento de cursos de verão e de curta duração, entre outras. 

Cada instituição deve ter um corpo administrativo envolvido, em cada uma das áreas, para realizar acordos específicos. A parceria começou pela literatura.

“Fui o responsável por trazer a demanda do acordo específico entre a Faculdade de Interpretação e Tradução (FIT), da UNINT, e o Departamento de Letras Vernáculas e Clássicas, mas esse acordo permite outras possibilidades entre as áreas, desde que tenhamos mais pessoal interessado”, explica o professor do Departamento de Letras Vernáculas e Clássicas, Silvio Cesar dos Santos Alves.

Segundo ele, o interesse na parceria saiu da própria UNINT. “Uma professora da FIT me procurou para estabelecer o acordo, por ocasião de um evento sobre estudos da literatura portuguesa. Há interesse na cultura, na língua e na produção conjunta da ciência dos dois lados”, ressalta. 

Essa busca pela UEL se explica, segundo ele, pelo bom desempenho da instituição no que diz respeito à internacionalização do ensino, da pesquisa e da extensão.

“A internacionalização é uma das prioridades da universidade. A formalização deste acordo é uma grande oportunidade para os nossos estudantes, já que a possibilidade de intercâmbio de experiências certamente enriquecerá ainda mais a formação deles”, afirma.

Últimas Notícias