Projetos da UEL oficializam parceria para doar máscaras à comunidade
29/06/2020 - 13:34

Os projetos UEL em Rede e Use Máscara oficializaram ontem (25) uma parceria de proteção à comunidade, ao recolher máscaras produzidas por costureiras voluntárias que serão distribuídas a famílias em situação de vulnerabilidade social, sem recursos financeiros para comprar o produto. O lote produzido no Jardim Franciscato chega a 1.000 unidades.

O projeto UEL em Rede é coordenado pela professora Regina Escudero, do Departamento de Comunicação. O projeto Use Máscara tem coordenação da professora Seila Cibele Sitta Preto, do Departamento de Design. Ambos departamentos são do Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA). Os projetos envolvem ainda outros professores e estudantes do centro.

A professora Regina Escudero lembra que o UEL em Rede tem parceria com o projeto Periferia Viva, que realiza a distribuição das máscaras juntamente com cestas básicas. Cada família recebe uma máscara por integrante da casa. "O papel do projeto UEL em Rede é articular parcerias para que as comunidades consigam se preparar, minimamente, para enfrentar o coronavírus", destaca Regina Escudero. "Essas máscaras salvam vidas".

Conforme a professora, o projeto identifica uma liderança em cada bairro que faz a ponte com costureiras cadastradas pelo Use Máscara, que contribuem para a confecção do produto. "Essas costureiras prestam um serviço importante e de forma solidária para com as comunidades atendidas", enfatiza Regina Escudero. Segundo a professora Seila Cibele Sitta Preto, o projeto tem material para 2.500 máscaras e parte está em processo de produção.

Ao todo são produzidos quatro modelos de máscaras (para criança, adolescente, mulher e homem). Professoras do curso de Design de Moda preparam o material com o corte, segundo os modelos, e disponibilizam para as costureiras finalizarem a costura do produto e colocar o elástico que serve de amarril. Se necessário, as professoras do Design de Moda dão assessoria para as costureiras, que recebem certificado pela sua participação.

A professora afirma que essa iniciativa é fundamental nesse momento de pandemia, sendo muito importante estabelecer parcerias internas na própria Universidade. "Pois somando forças, conseguimos atender de modo mais eficiente, as pessoas da comunidade que não possuem condições de comprar máscaras, se proteger e proteger o próximo", afirma, Seila Cibele Sitta Preto. "Com empatia, comprometimento e responsabilidade, cada curso com sua expertise, em prol de um bem maior".

Locais para doação - O projeto UEL em Rede tem vários pontos de coleta de alimentos e materiais de limpeza. Confira: MARL, Avenida duque de Caxias, nº 3.241; Paróquia Nossa Senhora Aparecida/Parque Ouro Branco, Avenida Guilherme de Almeida, nº 2.715; Paróquia Santa Cruz/Conjunto Luís de Sá, rua Wilson Gonçalves Brandão, nº 535; Paróquia Anglicana São Lucas/Centro, rua Mossoró, 678. Doações em dinheiro pela Caixa Econômica Federal, agência 2731, operação 013, conta poupança 4995-8.